A Vivandeira

Introduction

Operetta for children written for the Asylum of Escola Municipal nr. 1, Porto, where it was performed on the 27th of April, 1913. Eduardo Fonseca (1863-1938) (Wikipedia) was a music teacher and organist at Ordem do Carmo, Porto. He also ran a music printing company (“Casa de Musicas Eduardo da Fonseca”) in Carlos Alberto Sq.

The text is by António Baptista Alves de Lemos (1864-1931).

To obtain the current version of the whole score press button “Build!” at the bottom-right corner of the matrix below.

Links

Matrix

Empty: Ongoing: Selected for building:

[S1] N.1 Rataplan (Ambrosio)
Select | Unselect
[S2] N.2 Fado (Josepha)
Select | Unselect
[S3] N.3 Josepha, Ambrosio e Raimundo
Select | Unselect
[S4] N.4 Duo de Josepha e Ambrosio
Select | Unselect
[S5] N.5 Marcha e coro militar
Select | Unselect
[S6] N.6 Impedido
Select | Unselect
[S7] N.7 Schottisch do 37
Select | Unselect
[S8] N.8 Conto do Sargento
Select | Unselect
[S9] N.9 Duo de Josepha e Ambrosio
Select | Unselect
[S10] N.10 Dueto [2nd Act]
Select | Unselect
[S11] N.11 Raymundo
Select | Unselect
[S12] N.12 Cancao do soldado
Select | Unselect
[S13] N.13 Solo e coro
Select | Unselect
[S14] N.14 Brinde
Select | Unselect
Fol 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
[P1] Flauta
Select | Unselect

S1 P1

S2 P1

S3 P1

S4 P1

S5 P1

S6 P1

S7 P1

S8 P1

S9 P1

S10 P1

S11 P1

S12 P1

S13 P1

S14 P1
[P2] Violino I
Select | Unselect

S1 P2

S2 P2

S3 P2

S4 P2

S5 P2

S6 P2

S7 P2

S8 P2

S9 P2

S10 P2

S11 P2

S12 P2

S13 P2

S14 P2
[P3] Violino II
Select | Unselect

S1 P3

S2 P3

S3 P3

S4 P3

S5 P3

S6 P3

S7 P3

S8 P3

S9 P3

S10 P3

S11 P3

S12 P3

S13 P3

S14 P3
[P4] Viola
Select | Unselect

S1 P4

S2 P4

S3 P4

S4 P4

S5 P4

S6 P4

S7 P4

S8 P4

S9 P4

S10 P4

S11 P4

S12 P4

S13 P4

S14 P4
[P5] Cello
Select | Unselect

S1 P5

S2 P5

S3 P5

S4 P5

S5 P5

S6 P5

S7 P5

S8 P5

S9 P5

S10 P5

S11 P5

S12 P5

S13 P5

S14 P5
[P6] Basso
Select | Unselect

S1 P6

S2 P6

S3 P6

S4 P6

S5 P6

S6 P6

S7 P6

S8 P6

S9 P6

S10 P6

S11 P6

S12 P6

S13 P6

S14 P6
[P7] Piano
Select | Unselect

S1 P7

S2 P7

S3 P7

S4 P7

S5 P7

S6 P7

S7 P7

S8 P7

S9 P7

S10 P7

S11 P7

S12 P7

S13 P7

S14 P7
[P8]
Select | Unselect

S1 P8

S2 P8

S3 P8

S4 P8

S5 P8

S6 P8

S7 P8

S8 P8

S9 P8

S10 P8

S11 P8

S12 P8

S13 P8

S14 P8
[P9] Ambrosio
Select | Unselect

S1 P9
Ø
S3 P9

S4 P9
Ø Ø Ø Ø
S9 P9

S10 P9
Ø Ø
S13 P9
Ø
[P10] Josepha
Select | Unselect
Ø
S2 P10

S3 P10

S4 P10
Ø Ø Ø Ø
S9 P10
Ø Ø Ø
S13 P10
Ø
[P11] Raymundo
Select | Unselect
Ø Ø
S3 P11
Ø Ø Ø Ø
S8 P11
Ø
S10 P11

S11 P11
Ø
S13 P11

S14 P11
[P12] Canto
Select | Unselect
Ø Ø Ø Ø
S5 P12

S6 P12

S7 P12
Ø Ø Ø Ø
S12 P12
Ø Ø
[P13] Coro
Select | Unselect
Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø
S13 P13

S14 P13

Select: All | None

Misc

Build ResultClose


Please wait for build to finish...

Discussion

José Nuno Oliveira, 2015/04/11 02:28

Lyrics as extracted from parts:

N.1 Rataplan (Ambrosio)

  Rataplan taplan taplan um mestre sou a tocar
  Rataplan taplan taplan E mais longe heide chegar.
  Rataplan taplan taplan não rufo com perfeição
  Rataplan taplan taplan Como quer o Capitão.
  Rataplan taplan taplan ha'apenas so quinze dias Rataplan taplan taplan
  Rataplan taplan taplan tenho pr'o tambor bom fundo Rataplan taplan taplan
  que'ando em cavalarias.
  dil'o Sargento Raimundo.

N.2 Fado (Josepha)

  Se'eu soubera que voando alcancava'o que desejo
  Se'eu sejo mandava fazer as azas que'as penas sao de sobejo mandava fazer as
  tazas que'as penas sao de sobejo

N.3 Josepha, Ambrosio e Raimundo

  Vamos partir em breve com toda'a guarnicao fazer a nossa'escola
  da tal repeticao
  Vamos partir em breve Com toda a guarnicao
  fazer a nossa escola da tal repeticao
  Como tal soube'[h]a pouco eu vou vos ja contar Pois qu'esta novidade
  Vamos partir em breve com toda'a guarnicao fazer a nossa'escola
  pude'ao Major escutar.
  da tal repeticao

[

 (a) Lyrics only in F major section, probably spoken. Or colla parte with viola?
 The text in the score is as follows:
 1. Elle assim me disse
 2. Em ar de brincadeira:
 3. Apronta o barrilinho
 4. Ó minha vivandeira
 5. Pois vamos dentro em pouco
 6. Em marcha bem maviosa
 7. Aonde meu major?
 8. Em busca da glória
 Vamos partir em breve com toda'a guarnicao fazer a nossa'escola
 da tal repeticao

]

N.4 Duo de Josepha e Ambrosio

  Nem tu sabes minha Zefa
  Como eu te tenho amor
  Amote mais, muito mais
  Do que'ao meu q'rido tambor
  Se me fugisses um dia
  tinha danas, minha'amada
  De dar tanto no tamboor
  te porlhe'a pelle'arrombada
  Por isso nao facas taal
  Nao me deixes meu amor
  Como nao deixo'o tambor.
  E eu Ambrosio adorado
  Meu beicinho de funil
  Querote assim tal'e qual
  Como'ao meu qu'rido barril.
  Eu ca se me enganasses
  tinha furia tinha gana
  de beber todo o barril
  e'apanhar a carraspana
  Por isso nao facas taal
  Nao me deixes meu amor
  Como nao deixo'o barril

N.5 Marcha e coro militar

  Meia volta direita volver
  disse'agora'o primeiro sargento
  e'a manobra nos vamos fazer
  aqui ja com muito'acatamento
  qui ja com muito'acatamento
  mento

N.6 Impedido

  Vaes levar uma pilota vaes parar ao casarão
  Pr'a saber's como'ellas doem
  'stando'alli em detenção
  Pagas as que nos tens feito
  Algumas tão sem razão
  Deus queira que'elle te de dez dias de detençaõ,
  dez   dias de detenção, dez dias de detenção.

N.7 Schottisch do 37

  Chamou-me cavalgadura, burro, asno, paspalhao... Mandou-me sahir da frente que
  me fosse'embora entao E'eu sendo o mais bem mandado que este regimento encerra
  fiz a trouxa num momento e vou me embora p'ra terra
  Cumpro assim o meu dever e as ordens do Capitao.
  Voum'embora duma vez Voum'embora pois entao
  Chamou-me cavalgadura,
  burro, asno, paspalhao...
  Voum'embora duma vez Voum'embora Voum'embora pois entao

N.8 Conto do Sargento

  Hà uns vint'anos talvez Fomos um dia parar,
  Andando nós em manobras
  A um formoso logaar
  D'um'aldeia là do Minho
  onde'as moçoilas formosas
  fiam estrigas de linho
  E são frescas como rosas!
  Vind'uma noite pl'a'estrada
  Encontrei junto'à valeta
  Como um embrulho, enroscada numa saia preta
  uma creançca a dormir.
  Deume'um baque o coração
  E trouxe'a para o regimento
  Fazendo uma boa'acção
  Era eu galucho então
  E fuia logo levar
  A'presenca do sargento que ao alferes a foi mostrar
  D'esre ao tenente, depois ao capitão
  por signal que a levou ao comandante geral.
  E'este'ordena que'o Raymundo
  Tome conta da pequena
  Por quem todos là na tropa
  Mostram ter muita pena
  E na ordem de serviço
  sem nenhum constrangimento
  Nomeouse'ali à preta
  a filha do regimento.

N.9 Duo de Josepha e Ambrosio

  O chorar faz bem ao peito
  Allivia'o coracao Mas melhor do que isso tudo E uma'alegre cancao.
  Por isso'eu te canto hoje, Esta cancao delirante
  Que sai tao cheia d'amor Dete meu peito constante
  Sao penas do meu penar Estas lagrimas sentidas
  Que'a minha'alma chora'as vezes Em muitas horas perdidas.
  Uma cancao bem cantada, Repassadinha d'amor...
  E como'um balsamo santo Divino reparador.
  Tambem eu te quero muito E muito de ca de dentro
  Pois es tu quem mais me'agrada Ca no noso regimento.

N.10 Dueto [2nd Act]

  e eu o Ambrosio tambor
  que vimos aboletados p'ra sua casa, senhor.
  Tem que nos dar casa, pois, mas não nos dà de comer
  Verà que somos pessoas que'o não hão de encomodar
  e fica'assim pois jà sabendo que nos tem de'aboletar
  que nos tem de'aboletar
  Sou o sargento Raymundo
  que vimos aboletados p'ra sua casa, senhor.
  Aqui tem a ordem disso
  Pode lela se quizer
  Tem que nos dar casa, pois, mas não nos dà de comer
  Verà que somos pessoas que'o não hão de encomodar
  e fica'assim pois jà sabendo que nos tem de'aboletar
  que nos tem de'aboletar

N.11 Raymundo

1.A Zéfa aquella pequena
2.Desde o corneta ao major
  que'ahi anda prazenteira
  do tambor ao general

N.12 Cancao do soldado

  Rataplan taplan taplan rataplan rataplan Rataplan taplan taplan
  toca'o tambor a marchar rataplan taplan taplan E a colunna toda em forma
  rataplan taplan taplan Não se pode deslocar  Da
  vida cà do soldado muita gente pena tem Mas a nossa vida'é'alegre E se passa até mui bem. Rataplan
  taplan taplan Exercício de manhã Rataplan taplan taplan Depois um rancho de grão Rata
  plan taplan taplan  Depois dar o seu passeio Rataplan taplan taplan Se não'stà de prevenção Rataplan

N.13 Solo e coro

  1.Viva'a menina Josefa raminho de rara flôr
  2.Mas se ficas com'ha de ir o meu pobre coração
  que quando'aparece'à gente é como'o sol do amor
  elle sem ti não é nada só tu és minha'afeição.
  1.Permiti meus bons amigos que o Ambrósio tambor 
  vos felicite por terdes encontrado'o vosso'amor
  3.Eu morrome de ventura ante tal satisfação
  4.Bem sabeis que'o pensamento estarà ao pé de vós
  Ao encontrar meus avóós n'esta linda povoação
  Embora fique n'aldeia em casa dos seus avós
  2.Mas em nós domina'agora  uma tristeza inteira
  E'has de q'rer ficar com eles minha grande feiticeira
  1.Viva'a menina Josefa que mesmo'uma perfeicao
  2.Viva'a menina Josefa que mesmo'uma perfeicao
  e vem à tia Maria dar grande consolação
  e vem à tia Maria dar grande consolação.
  1.Vos felicite por terdes     encontrado'o vosso amor
  2.E'has de q'rer ficar com eles minha grande feiticeira
  3.Ao encontrar seus avóós n'esta linda povoação
  4.Embora fique n'aldeia      em casa dos seus avós

N.14 Brinde

  1.Bebo à saúde  d'a  quella
  2.Façamos votos que seja
  que estremeco como filha
  tão boa, tão dedicada
  e que n'esta linda herdade como'um sol agora brilha
  qual merece'a ti Maria e'o ti Manel da Morgada
  Bebamos pois com alegria em
  em honra da vivandeira
  que'a fortuna'à'herdade trouxe em bôa hora fagueira
  Viva pois a nossa Zéfa dos dois o contentamento
  Viva. viva, viva, viva
  a filha do regimento.
  Bebamos pois com alegria em
  em honra da vivandeira
  que'a fortuna'à'herdade trouxe em bôa hora fagueira
  Viva pois a nossa Zéfa dos dois o contentamento
  Viva. viva, viva, viva
  a filha do regimento.
You could leave a comment if you were logged in.
vivandeira/index.txt · Last modified: 2016/10/23 17:09 by jno
 
Except where otherwise noted, content on this wiki is licensed under the following license: CC Attribution-Share Alike 3.0 Unported
Recent changes RSS feed Donate Powered by PHP Valid XHTML 1.0 Valid CSS Driven by DokuWiki